E-commerce no Brasil deverá faturar 35% a mais que no ano passado

e-commerce no brasilO e-commerce no Brasil deverá manter crescimento e a consolidação como um dos principais mercados no mundo, tanto em número de usuários quanto em faturamento.

Mesmo com o cenário de instabilidade na economia mundial e com o Banco Central prevendo um crescimento modesto para o PIB em 2012, aproximadamente 1%, a previsão era de que o e-commerce no Brasil expandisse 20% para o período em relação a 2011.

E em 2013, a tendência de crescimento do e-commerce no Brasil deverá ter continuidade. Em sondagem realizada pelo Instituto para Desenvolvimento do Varejo (IDV), foi estimado um crescimento de 35% em comparação ao ano de 2012.

Outra pesquisa que demonstra as tendências para este ano foi realizada pelo Search Laboratoy, na qual o Brasil é apontado como o terceiro maior mercado de e-commerce, com 70 milhões de usuários e um crescimento de cerca de 22 milhões de novos internautas em 2013.

E-commerce no Brasil deverá ser o quarto com maior poder de compra em 2016:

Já o T-Index, importante índice do mercado online, afirma que, relacionando a população conectada à internet em um país com o seu respectivo PIB per capita, o Brasil ocupa a 7ª posição entre os países de maior poder de compra online e deverá subir para a quarta posição até 2016, superando Alemanha (4), Reino Unido (5) e França (6). A tendência é que o Brasil já conquiste o quinto lugar em 2013, ultrapassando o Reino Unido e a França.

Na América Latina, o Brasil é o principal mercado para o e-commerce,  à frente da Argentina e do México.

Fontes: Agência Estado | T-Index
(Helbert Fernandes)


Acesse também:
Google Apps deixa de ser oferecido gratuitamente
SEO Webvenda
Links Patrocinados

Comentários encerrados.